MOÇÃO DE APOIO - QUEM SÃO OS VERDADEIROS CRIMINOSOS?



Acusada de crimes ambientais pelo Ministério Público, a Thyssenkrupp CSA - Companhia Siderúrgica do Atlântico (TKCSA), funcionando desde o segundo semestre de 2010, em Santa Cruz, está processando dois pesquisadores da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), Hermano de Castro e Alexandre Dias Pessoa, e a bióloga da UERJ, Monica Lima, por danos morais em decorrência de terem apresentado, como parte do trabalho que exercem como pesquisadores, relatório que denuncia os danos causados pela CSA na área em que está instalada. Proibida, por razões óbvias, de funcionar na Alemanha, a TKCSA foi autorizada pelo governador Sérgio Cabral a construir um segundo forno nesta siderúrgica - o que demonstra a conivência do governo estadual com essa empresa que parece ter encontrado aqui o seu porto seguro.

Que país é esse em que um relatório, baseado em dados comprovados cientificamente, indica que a CSA despeja ferro gusa em poços ao ar livre, é responsável pelo aumento de 100% na concentração de ferro no ar, provoca graves crises e problemas respiratórios nos habitantes da área e são os pesquisadores, no exercício de seu trabalho, os que são processados!?

Até quando interesses pessoais e de grandes empresas continuarão a ser garantidos em detrimento da saúde e até mesmo da vida da população brasileira? Até quando pesquisadores respeitados pela própria instituição em que trabalham continuarão a ser ameaçados por processos absurdos e pela ganância e irresponsabilidade dessa empresa?

Portanto, é urgente que as autoridades exerçam seu papel em defesa da população que deveriam representar e que os processos movidos contra esses pesquisadores sejam imediatamente arquivados. Afinal, não são eles os verdadeiros criminosos!

Rio, dezembro de 2011

(Divulgue e assine a Moção em apoio a este movimento e aos pesquisadores da Fiocruz e da UERJ. 

Endereços eletrônicos nos anexos.

2 comentários

Postagens mais visitadas