Prefeitura de Manaus assalta a população




Na manhã desta quarta-feira, 26 de outubro, milhares de estudantes de mais de 20 escolas de Manaus, junto à 15 cooperativas de micro-ônibus executivos, realizaram um protesto contra o aumento da tarifa dos ônibus e executivos em frente a Câmara Municipal, no bairro Santo Antônio, zona Oeste da capital amazonense.

O reajuste da passagem de ônibus em Manaus, anunciado em agosto último pela Superintendência Municipal de Transportes Urbanos, entrou em vigor no começo desse mês de outubro. A previsão é do aumento de R$ 2,25 para R$ 2,75, da meia passagem para R$ 1,40 e a tarifa do executivo de R$ 3,00 para R$ 5,50.

Por volta das 11 horas, os manifestantes tentaram ocupar a Câmara Municipal e foram reprimidos pela guarda municipal, que utilizou spray de pimenta contra os estudantes.

Segundo Equias Sobrinho, presidente da Federação da Cooperativa de Transportes Executivos de Manaus, a categoria decidiu apoiar o movimento estudantil para protestar pelo fim do reajuste da tarifa dos executivos porque, segundo ele, reduziu consideravelmente o número de passageiros.

Durante a manhã, vários micro-ônibus percorreram a cidade de Manaus convocando e levando estudantes para a manifestação em frente a Câmara Municipal.

Após a repressão da guarda municipal, os manifestantes continuaram ocupando a frente a Câmara Municipal de Manaus. A PM foi acionada e está a postos para “conter” a justa manifestação estudantil.

Fonte: Jornal A Nova Democracia
Postar um comentário

Postagens mais visitadas