Pular para o conteúdo principal

Bomba explode no prédio da OAB


Ex-militar teria tentado matar ex-presidente da Ordem em atentado

POR FLAVIO ARAÚJO
Uma bomba explodiu, na tarde desta quinta-feira, no nono andar do prédio da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), no Centro da cidade. Segundo o Disque-Denúncia, um ex-militar foi o responsável pelo atentado, que tinha como objetivo matar o ex-presidente da ordem, Wadih Domus, com mais dois explosivos C4, de alto poder de destruição.
Ainda de acordo com o serviço de denúncias, o artefato que explodiu era de festim, que teria sido usado para provocar pânico e esvaziar o local. Wadih Domus é hoje o presidente da Comissão da Verdade do estado, que investiga os crimes cometidos pela ditadura militar.
Foto: Reprodução Internet
Atentando em prédio da OAB foi contra ex-presidente da entidade | Foto: Reprodução Internet
"Considero isso uma provocação. O primeiro caso que vamos investigar na Comissão da Verdade será a morte da secretaria Lyda Monteiro, em 1980, aqui na sede da OAB, com uma carta bomba. É  possível e isso as autoridades policiais vão esclarecer, que os autores desse atentado de 1980 podem ter tomado esta atitude extrema. Mas isso em nada vai recuar o trabalho da comissão, que vai ser nomeada na segunda pelogovernador Sérgio Cabral na segunda-feira", disse Domus.
Bombeiros ajudaram na evacuação das pessoas e ninguém ficou ferido. O Esquadrão Anti-Bombas faz uma varredura no local e encontrou três explosivos semelhantes ao primeiro, que não foram detonados.
O presidente da OAB, Felipe Santa Cruz (filho do desaparecido político Fernando Santo Cruz), falou sobre o caso. "Tínhamos uma reunião aqui para a exclusão de 10 advogados. A presença de Wadih era natural. A OAB lamenta profundamente que sombras do passado contra a qual a Ordem sempre lutou, reapareçam em tempos de democracia", ressaltou.

FONTE: Jornal O Dia


Postar um comentário

Postagens mais visitadas