PM agride aluno na USP 09/01/2012




Observem que o pm fascista age sem nenhuma intimação oficial, de modo arbitrário e completamente à revelia da lei. Além disso, larga a interlocução que mantinha com um estudante e parte para cima de outro - um afrodescendente -, numa clara manifestação de racismo.

Esse é o retrato fiel da permanência da mentalidade da ditadura militar que caracteriza a gestão do infeliz reitor de uma das universidades mais importantes do país.

Zantonc
Postar um comentário

Postagens mais visitadas